Interculturalidade e educação: diálogo e conflito na formação e prática docente

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Neusa Maria Mendes de Gusmão

Resumo

A discussão em torno de processos referidos à interculturalidade e ao interculturalismo, por si só, evidencia a existência de diferentes concepções para cada um dos termos assim referenciados. Contudo há lugares teóricos e lugares de prática que nem sempre correspondem aos pressupostos contidos nos princípios que norteiam tais processos, mesmo quando discursivamente assumidos. A partir de casos concretos, pretende-se discutir as possibilidades do sistema educacional no caso brasileiro, suprir as demandas em torno da diversidade de grupos e de culturas que chegam ao espaço escolar e que implicam processos de formação e prática docentes diferenciadas. Nesse debate busca-se refletir o papel e as possibilidades da chamada Educação Diferenciada que constitui um campo político de luta na sociedade brasileira, que apesar de leis avançadas em termos de educação para a diversidade, ainda se pauta por um sistema nacional único.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
GUSMÃO, Neusa Maria Mendes de. Interculturalidade e educação: diálogo e conflito na formação e prática docente. Devir Educação, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 75-96, abr. 2017. ISSN 2526-849X. Disponível em: <http://lppi.ded.ufla.br/revistaded/index.php/DEVIR/article/view/15>. Acesso em: 27 set. 2022.
Seção
Artigos de pesquisa